Medida visa ajudar o município no atendimento de pacientes com a doença.

Servidores a saúde da cidade também são capacitados nesta semana, diz governo.

Leitos serão instalados na antiga sede da Secretaria Municipal de Saúde Sesau/Divulgação O governo de Rondônia anunciou, nesta sexta-feira (22), que vai instalar mais quatro leitos para atender pacientes de Covid-19 em Guajará-Mirim (RO).

A implantação será no prédio da antiga Secretaria Municipal de Saúde. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), a equipe técnica da pasta deve estruturar alas da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) com ventiladores mecânicos e enfermaria para casos leves (suspeitos ou já confirmados da doença).

O local funcionará como uma "unidade Covid-19". Dos quatro novos leitos para Guajará, dois serão de UTI e os outros dois de enfermagem.

Ambos serão colocados em uma ala com quartos separados. Ainda conforme o governo do estado, nesta semana são realizadas capacitações aos trabalhadores da saúde de Guajará-Mirim, como, por exemplo, a utilização correta dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) aos servidores responsáveis pela limpeza do Hospital Regional de Guajará-Mirim. "Nesta sexta-feira foi feito um treinamento para coleta de PCR (exame que detecta o novo coronavírus).

A capacitação foi ministrada pela médica da Agevisa Flavia Mendes a enfermeiros de do município", diz a Sesau. O estado também informou que a Agevisa está reorganizando os protocolos de testes e atendimentos da cidade, juntos à vigilância. Casos de Covid-19 Guajará-Mirim tem visto seu número de casos de Covid-19 disparar nos últimos dias.

Na segunda-feira (18) o município tinha 34 casos confirmados da doença.

Já na quinta-feira (21) havia 76 pacientes infectados. O que tem chamado a atenção das autoridades é o número de mortes de pacientes da cidade: são 18 óbitos confirmados pelo novo coronavírus.

Na segunda-feira, a taxa de letalidade de Guajará-Mirim chegou a ser de 50%, um recorde no estado de Rondônia.

Initial plugin text